Por que o auxílio emergencial não pode acabar?

Fim do auxílio emergencial jogará 17 milhões na miséria, prevê FGV

Após a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, afirmar que o fim do auxílio emergencial pode fazer com que o Brasil alcance a marca de 24 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza, um pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/ FGV) projeta 17 milhões de brasileiros e brasileiras nessa condição a partir de janeiro.




#Trabalho #Educação #Emprego #Renda




Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

AS NOSSAS ESCOLAS ESTÃO MINIMAMENTE ORGANIZADAS PARA RECEBEREM OS ESTUDANTES, EM PLENA PANDEMIA?

Conferência Nacional Popular de Educação será em Natal