Por que o auxílio emergencial não pode acabar?

Fim do auxílio emergencial jogará 17 milhões na miséria, prevê FGV

Após a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, afirmar que o fim do auxílio emergencial pode fazer com que o Brasil alcance a marca de 24 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza, um pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/ FGV) projeta 17 milhões de brasileiros e brasileiras nessa condição a partir de janeiro.




#Trabalho #Educação #Emprego #Renda




Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

AS NOSSAS ESCOLAS ESTÃO MINIMAMENTE ORGANIZADAS PARA RECEBEREM OS ESTUDANTES, EM PLENA PANDEMIA?

IBGE lanca editais para contratar recenseadores