Governo do RN liberou quase 30 milhões para empreendedores nos últimos 12 meses


A Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN-RN) financiou em quase um ano de pandemia um volume de recursos próximo de R$ 30 milhões. Através das mais diversas linhas de crédito disponíveis na instituição, um total de 6.091 empreendedores foram assistidos por meio de apoio financeiro em condições especiais. O investimento total chega a R$ 29,7 milhões entre os dias 24 de março de 2020 e 05 de março de 2021.

A AGN, instituição financeira que tem o Governo do Estado como acionista majoritário, em meio à pandemia, intensificou parcerias com Sebrae, Câmaras de Dirigentes Lojistas, Prefeituras e Associações pelo estado, além de passar a atuar ao lado da Fundação José Augusto, Semjidh, Sethas, Sedraf para ampliar o atendimento a empreendedores e negócios de setores como Cultura, Empreendedorismo Jovem, Economia Solidária e Agricultura Familiar.

Na pandemia, com o objetivo de assegurar condições ainda melhores de financiamento, a instituição promoveu a ampliação da carência, limites de financiamento, criou novas linhas e diversificou as ferramentas de atendimento ao empreendedor.

A Agência de Fomento, inclusive, tem sido destaque entre as instituições financeiras do país com uma média quase vezes maior que a média nacional, em termos proporcionais, entre pedidos de financiamentos feitos e liberações realizadas, segundo levantamento realizado ainda no primeiro semestre de 2020 pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Para a diretora-presidente da Agência de Fomento do RN, Márcia Maia, a atuação da instituição neste período de pandemia e as ferramentas disponibilizadas até aqui, para a liberação de financiamentos, tem sido determinante para a manutenção de muitos empreendimentos em todo território estadual.

ao protagonismo dos empreendedores na economia potiguar e no papel do crédito no momento de necessidade para os proprietários de negócios no estado.

"O Governo do Estado, sob a gestão da professora Fátima Bezerra, reconhece o papel fundamental do empreendedor e, por isso, desde o primeiro momento, tem incentivado alternativas de apoio à economia do estado neste momento difícil, inclusive através da AGN. E, neste contexto, construímos ferramentas e parcerias para garantir a democratização do acesso ao crédito, inclusive diversificando os setores atendidos. O crédito mostra seu papel crucial ao estimular e apoiar não só a economia, mas principalmente o cidadão-empreendedor", afirmou Márcia.

Microcrédito

De 1º de janeiro de 2019 até 31 de dezembro do ano passado, o Microcrédito do Empreendedor já beneficiou quase 12 mil empreendedores e injetou um volume de recursos superior a R$ 46,8 milhões. O programa é uma ferramenta de estímulo a implantação de novos negócios e para promoção do crescimento sustentável dos empreendimentos e empreendedores do estado. Nos dois primeiros meses de 2020, mais de R$ 5 milhões foram financiados no estado.

A estimativa é de que mais de 30 mil pessoas tenham sido impactadas diretamente com a geração ou mesmo a manutenção de emprego e renda em todas as regiões do RN. Os financiamentos realizados através do programa são direcionados a micro e pequenos empreendedores, sejam formais ou informais. Os prazos para pagamento variam de acordo com a atividade produtiva e a natureza física ou jurídica do contratante.

Mias: http://www.agn.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=250943&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Governo do RN vai suspender a cobrança da água e distribuir cestas básicas

Aumento da margem de empréstimo consignado para servidores do estado

Governadora do RN anuncia novos concursos: são 487 vagas